Marchezan se despede com pacote que prejudica servidores e suas famílias 

Apenas um mês antes de concluir seu mandato, o ex-prefeito Nelson Marchezan Júnior enviou à Câmara Municipal, no dia 30 de novembro de 2020, um pacote com 12 projetos de lei. O Parecer Nº 05/2020 do Conselho de Administração do Previmpa é contrário à aprovação de dois desses projetos – o Projeto de Lei Complementar do Executivo (PLCE) 018/2020 e o Projeto de Emenda à Lei Orgânica de Porto Alegre (PELO) 02/2020 – porque ameaçam a previdência dos servidores, atingindo ativos, aposentados e pensionistas.  

 

Confira as perdas: 

Ativos  

  • aumento da alíquota de contribuição para até 22%;  

  • possibilidade de chamada extra de alíquota complementar; 

 

Na aposentadoria 

  • aumento da idade mínima para aposentadoria e 5 anos para os homens e 7 anos para as mulheres;  

  • nova fórmula de cálculo reduz os valores dos proventos; 

Aposentados e pensionistas 

  • contribuição previdenciária será cobrada de quem recebe mais de um salário-mínimo; 

  • possibilidade de chamada extra de alíquota complementar; 

Futuros pensionistas 

  • contribuição previdenciária será cobrada de quem recebe mais de um salário-mínimo; 

  • possibilidade de chamada extra de alíquota complementar; 

  • redução de pagamento das pensões por morte em até 50%.