Fotografia: do filme ao digital, as luzes enfeitam a vida

Paulo Fialho Meireles  | Email: paulo.meireles@portoalegre.rs.gov.br
Equipe de Manejo Arbóreo – Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (EMA/SMSURB)

 

Bom, meu nome é Paulo Fialho Meireles, sou engenheiro agrônomo e tenho como um hobby fotografar. Minha primeira experiência com fotografia foi aos oito anos, com uma foto que tirei do meu pai, com a máquina fotográfica que usava filme – isso no longínquo ano de 1973.


Comprei minha primeira máquina, uma Kodak Instamatic, quando tinha 12 anos e, de lá para cá, procuro fotografar tudo o que considero bonito. Nos primeiros anos de fotografia, tinha aquela questão da revelação do filme (o que levava dois a três dias na loja da Cambial, na Rua Doutor Flores), a emoção de saber se as fotos tinham ficado boas, depois de muitas fotos perdidas por estarem escuras, tremidas ou simplesmente o filme não foi bem preso na máquina. E, assim, fui apreendendo a fotografar.


Então, quando estava começando a fotografar bem com filme, muda o jogo, aparece a fotografia digital. Eu fui um dos últimos a aderir, só mesmo quando praticamente não havia mais filmes no mercado e eram raras as lojas de revelação. Comprei minha primeira Canon digital e fui apreender a tirar fotos digitais. Levei vários meses para me adaptar e aí, com as vantagens da visualização dos resultados na hora, fui corrigindo meus erros e tirando fotos que expressavam a minha forma de ver. Quando os celulares começaram a fotografar, mais uma vez fui reticente, porém, nos últimos seis anos, tenho utilizado o meu Motorola como companheiro de fotografia e tenho apreendido bastante sobre as técnicas. Agora uso a fotografia como terapia e como forma de comunicação, já que, como vocês devem ter notado, escrever não é o meu forte.


Enfim, a fotografia para mim é a minha forma de entender as coisas belas que me rodeiam, e me serve de relaxamento mental das dificuldades que a vida nos traz. Um dos meus assuntos prediletos são as luzes noturnas, o nascer e o pôr do sol, é quando a luz dá um toque mágico nas imagens.


Bom, era isto. Espero que gostem de algumas das fotos que enviei, todas feitas com o meu celular.

parceiro4.jpg