Biblioteca da SMAM, atual SMAMUS – a memória ambiental construída há 44 anos

E-mail: carmemvon@yahoo.com.br  - Carmem von Hoonholtz 

bibliotecária aposentada da Smam  - Diretora cultural da Astec - Gestões 2013-2014, 2015-2016, 2019-2020 e atual 2021/2022

Fig. n. 1 - Banco de Imagem PMPA

Fig 1 Banco de Imagem PMPA Foto Sérgio Louruz SMAMS PMPA.jpg

Com quase meio século de atividades, a Biblioteca da Smamus evoluiu para um centro de referência em informação documental em meio ambiente e desenvolvimento sustentável.  


1. Histórico

 

A história da Biblioteca confunde-se com a criação da própria Secretaria, que funcionava no prédio da Secretaria Municipal de Obras e Viação (Smov), na Av. Borges de Medeiros.


A Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam), primeira em nível municipal no País, foi criada pela Lei nº 4235/1976, em 2019, passou a se chamar Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Smams), através do Decreto Nº 20.264/ 2019. Pela Lei complementar nº 897/2021, houve outra mudança de nome para Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Urbanismo e Sustentabilidade (Smamus).  


Então, nas décadas de 80 e 90, foi iniciada a organização do acervo que ocupava uma sala de 12 m² e depois houve mudança para um espaço um pouco maior, no próprio prédio. Na época, existiam 500 exemplares, que eram documentos da Agência da Proteção Ambiental Americana (EPA), dos EUA – notícias de jornais e livros técnicos e científicos eram poucos.


Estabeleceu-se uma Política de Desenvolvimento de Coleções de acordo com as necessidades informacionais dos técnicos e com os objetivos da Instituição; além de participação em redes internacionais como a Rede Pan-Americana de Informação e Documentação em Engenharia Sanitária e Ciências do Ambiente (Repidisca), intercâmbio com as principais bibliotecas do País, como a da Biblioteca do Ministério do Meio Ambiente (acervo transferido para a Biblioteca do Ibama, em agosto de 2019), da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), em São Paulo, a qual produz normas técnicas relativas à contaminação do ar e da água, além da Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luis Roessler (Fepam).


No início de 1985, passou a funcionar na Av. Carlos Gomes, 2120 - Bairro Três Figueiras, num prédio de antiga escola que o ex-governador Leonel Brizola implantou em todo o estado, com uma área de 103m², já com acervo de 13 mil exemplares.


Em 1989, foi denominada Biblioteca Jorn. Roberto Eduardo Xavier (1º secretário), pelo Decreto nº 9.511/1989. 


Em agosto de 2001, provisoriamente, transferiu-se para um prédio alugado, na Rua Alfa, 111, junto com outros setores da Secretaria, devido à demolição do prédio antigo para ser construído um novo. O recurso para a construção do prédio foi obtido através do Orçamento Participativo. 

 Finalmente, em 2003, transferiu-se para a atual sede, na rua Luiz Voelcker, 55, ocupando um espaço físico adequado, de 295 m², cujo projeto foi elaborado por arquitetas da Pasta, para abrigar 20 mil exemplares.


2. Pionerismo

 

Algumas iniciativas destacadas que marcam o pioneirismo: 


a) primeira Biblioteca em nível municipal no País especializada em Ciências Ambientais;


b) uma das primeiras bibliotecas com um ramal em parque público, inaugurada em 1985, a Biblioteca Ecológica Infantil, denominada Maria Dinorah (reconhecida escritora gaúcha), através do Decreto nº 15.84/2008.  


c) setor pioneiro na Prefeitura a ter acesso à internet, em 1994, através de projeto encaminhado à Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs), o qual recebeu recursos para aquisição de equipamentos computacionais e consultoria para implantar um sistema de Base de Dados com uma linha discada de internet ligada à Biblioteca Central da Ufrgs. Posteriormente, integrou-se à Rede de Bibliotecas da Prefeitura, com vistas a utilizar o mesmo sistema Pergamum, implantado em 2007, o que possibilitou a manutenção de um único catálogo bibliográfico on-line dos acervos de todas as bibliotecas (PORTO ALEGRE, 2021).


d) implantação, em 2001, de um Sistema de Legislação Ambiental de Porto Alegre (HONHOLTZ, 2000), (HONHOLTZ, 2010), no qual foram reunidos, em uma base de dados em cd-rom, atos legais na íntegra, com recursos de indexação e recuperação (atualmente, a legislação consta na base de dados de Leis Municipais, alimentada pela Biblioteca da Procuradoria-Geral do Município (PGM) e disponível na internet). Nessa época, quando foi implantado o site da secretaria, foram colocados o texto na íntegra dos atos legais mais procurados pelos usuários, além de artigos apresentados em congressos e em periódicos etc. dos técnicos da pasta. 


3. Acervo

 

A Biblioteca Jornalista Roberto Eduardo Xavier é especializada em Ciências Ambientais, com enfoque nos temas em arborização urbana, áreas verdes (histórico de praças e parques), desenvolvimento sustentável, direito ambiental, educação ambiental, fauna, gestão ambiental, história de Porto Alegre, impacto ambiental, jardinagem, legislação ambiental, paisagismo, poluição (ar, água, solo, sonora e visual), resíduos sólidos, unidades de conservação e vegetação. 


Destacam-se materiais bibliográficos, documentos e acervos considerados únicos:

 

  • Álbum de Porto Alegre: 1860-1930; 

  • Álbum de fotografias da Exposição do Centenário do Parque Farroupilha em 1935 da Editora Globo;

 

  • 1º Plano Diretor da cidade, 1980, e todos os outros que o antecederam;

 

  • Álbum de Concursos Fotográficos que a Smam realizava anualmente, desde 1978;

 

  • Documentos dos Eventos Mundiais: 1ª Conferência de Estocolmo, 1972, a primeira grande conferência da ONU sobre questões ambientais internacionais e as seguintes, além da Eco 92 e da Agenda 21; 

 

  • Levantamentos aerofotogramétricos de 1982;

 

  • Relatórios e Estudos de Impacto Ambiental, além dos textos gerados pelas Audiências Públicas. Nota: esses documentos foram objeto de normatização conforme as normas da ABNT, recomendadas pela Equipe de Bibliotecas em conjunto com a Equipe de Licenciamento Ambiental da SMAM, as quais não eram seguidas pela maioria dos consultores que apresentavam essas publicações; 

 

  • Histórico de todos os parques (inclusive projeto arquitetônico original do Parque Marinha do Brasil, de 1979), além de praças e monumentos;

 

  • Doações de acervo do 1º secretário da Smam, o jorn. Roberto Eduardo Xavier, e atualmente, também do acervo da ambientalista Magda Renner; 

 

  • Livros e artigos do ambientalista gaúcho José Luzenberger, além de outros ecologistas nacionais e internacionais; 

 

  • Acervo das extintas Bibliotecas do Departamento de Água e Esgotos (DMAE) e Secretaria do Planejamento Municipal (SPM), além do Departamento de Esgotos Pluviais (DEP), sendo que esse último não possuía biblioteca; 

 

  • Periódicos ambientais cujas edições foram suspensas; 

 

  • Anais de Congressos e outros tipos de eventos de Ecologia e de Arborização Urbana; 

 

  • Produção técnica e/ou científica dos técnicos da secretaria.

4. Publicações editadas pela secretaria em destaque 


Havia já uma tradição em publicar livros com o apoio da equipe da biblioteca, que muito contribuiu de diversas formas com levantamentos bibliográficos, normatização etc. Apresentamos, a seguir, alguns exemplos: 

Fig. n. 2 - Política de Proteção Ambiental em Porto Alegre - 1979. 

Fig  2.  Política de Proteção Ambiental em Porto Alegre -  1979.jpg

Fonte: da autora

Mais tarde, várias publicações foram produzidas pelos técnicos da pasta, como:

Fig. n. 3 - Plano Diretor de Arborização de Vias Públicas – 2000

Fonte: da autora

Fig. n. 4 - Plano de Manejo Participativo do Parque Natural Morro do Osso – 2006 (impresso e on line)

Fonte: (PORTO ALEGRE, 2021)

Fig. n. 5 - Flora e Fauna do Parque Natural Morro do Osso – 2001

Fonte: Catálogo (PORTO ALEGRE, 2021 [Catálogo])

Através do FUNDO PRO-DEFESA DO MEIO AMBIENTE, o qual foi instituído pela Lei nº 6628/1990, e regulamentado pelo Decreto nº 15.679/2007, houve aplicações financeiras em publicações, o que tornou possível editar várias obras, dentre elas:

Fig. n. 6 - Diagnóstico Ambiental de Porto Alegre – 2008, Coletâneas de Legislação Ambiental do Município - vol. 1 – 2004, vol. 2 - 2008, v. 3 - 2010 Cadastro Fotográfico da Vegetação de Poa – 2011, paralelamente a esse cadastro foi criada uma base dados com indexação dos termos de busca (nomes populares e científicos, época da floração, nativa ou exótica, arbusto ou folhagem etc.), mas foi retirada do site da secretaria em meados de 2017.

Screenshot_1.png

Fonte: (PORTO ALEGRE, 2021 [Catálogo])

O Fundo Pró-Defesa do Meio Ambiente previa também apoio financeiro a projetos de instituições privadas sem fins lucrativos, voltados à gestão ambiental em Porto Alegre. Então, através de editais foram selecionadas: 

Fig. n. 7 - Campos dos Morros de Porto Alegre – lançado na 57 ª Feira do Livro 2011 e Cartilha de Frutas Nativas de Porto Alegre – 2013, ambas editadas pela InGá – Instituto Gaúcho de Estudos Ambientai.

Screenshot_2.png

Fonte: (PORTO ALEGRE, 2021 [Catálogo])

Outras publicações com recursos oriundos de termos de compensação em suporte impresso e on-line foram editadas como:

Fig. n. 8 - Fauna e Flora da RBL – 2013 – (Termo de compensação Vegetal) e Cartilha Ilustrada da Educação Ambiental da Reserva Biológica do Lami José Lutzenberger – 2014 (Termo de Ajustamento de Conduta Ambiental).

Screenshot_3.png

Fonte: (PORTO ALEGRE, 2021 [Catálogo])

Ressaltamos, também, publicações com recursos externos a seguir: 

Fig. n. 9 - Atlas Ambiental – 1ª ed. 1998, Agendas Ambientais - 2000 a 2011 (temas: rural, morros, praças etc.), onde se divulgavam fotos dos ganhadores de Concurso Fotográfico promovido pela secretaria, além de crônicas de escritores gaúchos como Moacir Scliar, Luiz Antônio de Assis Brasil entre outros) e Trilhando os Parques Porto Alegre – 2014.

Screenshot_4.png

Fonte: (PORTO ALEGRE, 2021 [Catálogo]) 

Houve 4 títulos de periódicos a seguir cujas edições foram suspensas: 

PROTEÇÃO AMBIENTAL – lançado em 1978 com periodicidade irregular;

RAIOZINHO DE SOL - lançado em 1979 com periodicidade mensal;


REPÓRTER SMAM – lançado em 1999 com periodicidade bimestral;

REVISTA AMBIENTE EM PAUTA (digital) – lançada em 2015, somente 2 edições.
 

Fig. n. 10 - Revista Ambiente em Pauta volume 1, número 2, dezembro de 2015.

Fig 10 Revista Ambiente em Pauta.jpg

Fonte: (PORTO ALEGRE, 2021 [Catálogo])

5. Público usuário / Serviços

 

Principalmente os técnicos da pasta que utilizam para argumentar pareceres e estudos e quanto o atendimento ao público em geral  estudantes de todos os níveis, inclusive, de mestrado e doutorado etc. que vem buscar informações sobre as diversas áreas que a Secretaria atua. 


Disponibiliza vários serviços à comunidade em que atua, os quais podem ser consultados no homepage da Secretaria (PORTO ALEGRE, 2021)


6. Mediação de leitura 

Merece ressaltar uma das atividades extras realizada com funcionários dos Parques – o projeto de mediação de leitura em conjunto com a SMED, SMC e DMLU, em meados de 2000, no qual obtivemos resultados visíveis na melhoria das relações de trabalho e produtividade.


7. Luta pela permanência na sede

Fig. n. 11 - Representantes de entidades de vários setores e cidadãos, se mobilizaram em frente à Smamus, em 11 de fevereiro

Fig 11 Representantes de entidades de vá

Foto: Ruvana De Carli/CarliCom

Em fevereiro de 2021, houve a ameaça de remoção da biblioteca para local estranho às funções e às atividades fundamentais à secretaria, isto é, para um prédio inadequado, no Parque Germânia, sendo postado no site da Astec, em 1 fev. (ASTEC, 2021) e, posteriormente, a polêmica amplamente divulgada pela imprensa, em 5 fev. (HOFMEISTER, 2021), 7 fev. (ALMEIDA, 2021) e 17 fev. (HOONHOLTZ, 2021).


Houve várias manifestações de apoio, também, nas mídias e redes sociais, em 9 fev. (ARB, 2021) e (CRB-10, 2021) e em 10 fev. (SIMPA, 2021), que culminou com um ato público em 11 de fevereiro (GOMES, 2021) e (ISAIS, 2021), do qual participaram, com apoio da Astec, ex-dirigentes da secretaria, conselhos, associações de classe, sindicatos, órgãos ambientais, familiares do jorn. Roberto Xavier (1º secretário) e da ecologista Magda Renner, parlamentares das esferas municipal, estadual e federal, além de público em geral – ocasião em que foi entregue um abaixo-assinado ao secretário da Smamus, conforme noticiado em (ASTEC, 2021) e (HOFMEISTER, 2021).


Os manifestos continuaram por alguns dias: em 11 de fev. (SENGE, 2021), 17 de fev. (CMPA, 2021) e 12 de fev. (HOFMEISTER, 2021). 


Finalmente, a vitória da permanência da biblioteca na sede se efetivou e foi noticiada em 25 fev. (HOFMEISTER, 2021) e (ASTEC, 2021 ).


Nota: Optamos em colocar as referências das mídias em separado das demais do texto para uma melhor leitura do desenrolar do caso acima.


8. Mensagem


Novos desafios irão surgir, mas que essa biblioteca brilhante de ideias, continue como um farol, iluminando e inspirando as novas gerações – rumo a uma melhor qualidade de vida.

9. Referências

HOONHOLTZ, Carmem Maria L. von. Legislação Ambiental: informação para a tomada de decisões. Porto Alegre: ARB, 2000. 9 p. Trabalho apresentado na Jornada Sul-Riograndense de Biblioteconomia, 15., 2000, Porto Alegre. 9 p.

HOONHOLTZ, Carmem Maria Lapolli Von. Sistema de legislação ambiental do município de Porto Alegre (SISLAP). Revista da ASTEC, Porto Alegre, n. 28, p. 27, dez. 2010. Disponível em: http://astecpmpa.com.br/revista-astec-pdf/ Acesso em: 5 jul. 2021.

PORTO ALEGRE (RS). Decreto nº 9511, de 08 de setembro de 1989. Atribui denominação à biblioteca da Secretaria Municipal do Meio Ambiente. Diário Oficial de Porto Alegre [DOPA]: Porto Alegre, 12 set. 1989. Disponível em: https://leismunicipais.com.br/a1/rs/p/porto-alegre/decreto/1989/952/9511/decreto-n-9511-1989-atribui-denominacao-a-biblioteca-da-secretaria-municipal-do-meio-ambiente?q=9511. Acesso em: 3 jul. 2021.

PORTO ALEGRE (RS). Decreto nº 15.679, de 3 de outubro de 2007. Regulamenta a Lei nº 4.235, de 21 de dezembro de 1976, no que concerne ao Fundo Pró-Defesa Do Ambiente de Porto Alegre e dá outras providências. Diário Oficial de Porto Alegre [DOPA]: Porto Alegre, 8 out. 2007. Disponível em:  https://leismunicipais.com.br/a1/rs/p/porto-alegre/decreto/2007/1568/15679/decreto-n-15679-2007-regulamenta-a-lei-n-4235-de-21-de-dezembro-de-1976-no-que-concerne-ao-fundo-pro-defesa-do-ambiente-de-porto-alegre-e-da-outras-providencias?q=15.679. Acesso em: 3 jul. 2021.


PORTO ALEGRE (RS). Decreto nº 15.847, de 26 de fevereiro de 2008. Denomina Maria Dinorah a Biblioteca Ecológica Infantil, localizada no Parque Moinhos de Vento. Diário Oficial de Porto Alegre [DOPA]: Porto Alegre, 7 mar. 2008. Disponível em: https://leismunicipais.com.br/a1/rs/p/porto-alegre/decreto/2008/1585/15847/decreto-n-15847-2008-denomina-maria-dinorah-a-biblioteca-ecologica-infantil-localizada-no-parque-moinhos-de-vento?q=dinorah. Acesso em: 3 jul. 2021.

PORTO ALEGRE (RS). Decreto Nº 20.264, de 29 de maio de 2019. Altera os capita dos arts. 1º, 4º, 6º, 7º e 10; os §§ 1º e 2º do art. 1º; o inc. I e o parágrafo único do art do art. 2º; os incs. I, II e III e os §§ 1º e 3º do art. 6º; e o § 2º do art. 11; e revoga os incs. IV e V do art. 6º, todos do Decreto nº 18.395, de 4 de setembro de 2013, alterando a nomenclatura para Secretaria Municipal de Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams), bem como a composição dos membros da Câmara Municipal de Compensação Ambiental (CMCA). Diário Oficial de Porto Alegre [DOPA]: Porto Alegre, 2 jun. 2019. Disponível em: https://leismunicipais.com.br/a1/rs/p/porto-alegre/decreto/2019/2027/20264/decreto-n-20264-2019-altera-os-capita-dos-arts-1-4-6-7-e-10-os-1-e-2-do-art-1-o-inc-i-e-o-paragrafo-unico-do-art-do-art-2-os-incs-i-ii-e-iii-e-os-1-e-3-do-art-6-e-o-2-do-art-11-e-revoga-os-incs-iv-e-v-do-art-6-todos-do-decreto-n-18395-de-4-de-setembro-de-2013-alterando-a-nomenclatura-para-secretaria-municipal-de-meio-ambiente-e-da-sustentabilidade-smams-bem-como-a-composicao-dos-membros-da-c-mara-municipal-de-compensacao-ambiental-cmca?q=20.264. Acesso em: 3 jul. 2021.

PORTO ALEGRE (RS). Lei nº 4235, de 21 de dezembro de 1976. Cria a Secretaria Municipal do Meio Ambiente e dá outras providências. Diário Oficial de Porto Alegre [DOPA]: Porto Alegre, 23 dez. 1976. Disponível em: https://leismunicipais.com.br/a1/rs/p/porto-alegre/lei-ordinaria/1976/424/4235/lei-ordinaria-n-4235-1976-cria-a-secretaria-municipal-do-meio-ambiente-e-da-outras-providencias?q=4235. Acesso em: 3 jul. 2021.

PORTO ALEGRE (RS).  Lei nº 6628, 04 de julho de 1990. Altera a Lei Nº 4235, de 21 de dezembro de 1976 [Fundo Pró-Defesa do Meio Ambiente de Porto Alegre (Pró-Ambiente)].  Diário Oficial de Porto Alegre [DOPA]: Porto Alegre, 06 jul. 1990. Disponível em:  https://leismunicipais.com.br/a1/rs/p/porto-alegre/lei-ordinaria/1990/663/6628/lei-ordinaria-n-6628-1990-altera-a-lei-4235-de-21-de-dezembro-de-1976?q=6628. Acesso em: 3 jul. 2021.

PORTO ALEGRE (RS). Lei complementar Nº 897, de 15 de janeiro de 2021. Altera os incs. I, II, III, V, VI, VII e IX, inclui os incs. X a XIII no caput do art. 3º e inclui o art. 4-A na Lei Complementar nº 810, de 4 de janeiro de 2017, alterada pela Lei Complementar nº 817, de 30 de agosto de 2017; altera os incs. IX, X, XI, XIII, XIV, XV e XVII e o § 1º e inclui os incs. XVIII a XXI no art. 6º da Lei Complementar nº 817, de 2017; altera o caput do art. 6º da Lei nº 12.501, de 24 de janeiro de 2019; cria o Gabinete da Causa Animal (GCA) e o Gabinete da Inovação (GI); revoga os dispositivos que especifica; e dá outras providências, alterando a estrutura organizacional da Prefeitura Municipal de Porto Alegre. Diário Oficial de Porto Alegre [DOPA]: Porto Alegre,  18 jan. 2021. Disponível em https://leismunicipais.com.br/a1/rs/p/porto-alegre/lei-complementar/2021/90/897/lei-complementar-n-897-2021-altera-os-incs-i-ii-iii-v-vi-vii-e-ix-inclui-os-incs-x-a-xiii-no-caput-do-art-3-e-inclui-o-art-4-a-na-lei-complementar-n-810-de-4-de-janeiro-de-2017-alterada-pela-lei-complementar-n-817-de-30-de-agosto-de-2017-altera-os-incs-ix-x-xi-xiii-xiv-xv-e-xvii-e-o-1-e-inclui-os-incs-xviii-a-xxi-no-art-6-da-lei-complementar-n-817-de-2017-altera-o-caput-do-art-6-da-lei-n-12501-de-24-de-janeiro-de-2019-cria-o-gabinete-da-causa-animal-gca-e-o-gabinete-da-inovacao-gi-revoga-os-dispositivos-que-especifica-e-da-outras-providencias-alterando-a-estrutura-organizacional-da-prefeitura-municipal-de-porto-alegre?q=897. Acesso em: 3 jul. 2021.

PORTO ALEGRE. Prefeitura Municipal. Catálogo bibliográfico online da Rede de Bibliotecas da Prefeitura de Porto Alegre [Pergamum]. Disponível em: http://pergamum.procempa.com.br/biblioteca/index.php. Acesso em: 3 jul. 2021.

PORTO ALEGRE. Prefeitura Municipal. Legislação Municipal de Porto Alegre/RS [Leis Municipais]. 2014. Disponível em: https://leismunicipais.com.br/prefeitura/rs/porto-alegre. Acesso em: 3 jul. 2021.

PORTO ALEGRE. Smamus. Meio Ambiente - Biblioteca Jornalista Roberto Eduardo Xavier. 2021 Disponível em: https://prefeitura.poa.br/carta-de-servicos/biblioteca-jornalista-roberto-eduardo-xavier. Acesso em: 3 jul. 2021.

10. Referências das mídias


ALMEIDA, Gerson. A biblioteca inconveniente. Sul21: Porto Alegre, 7 fev. 2021. Disponível em: https://sul21.com.br/opiniao/2021/02/a-biblioteca-inconveniente-por-gerson-almeida/ Acesso em: 3 jul. 2021.


ASSOCIAÇÃO DOS TÉCNICOS DE NÍVEL SUPERIOR DO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE (ASTEC). Porto Alegre, 1 fev. 2021. Disponível em: http://astecpmpa.com.br/astec-encaminha-oficio-a-smams-em-defesa-da-mautencao-da-biblioteca-jornalista-roberto-eduardo-xavier/ Acesso em: 3 jul. 2021.

ASTEC mobilizada em defesa da manutenção da Biblioteca da Smamus. Porto Alegre, 11 fev. 2021. Disponível em: http://astecpmpa.com.br/astec-mobilizada-em-defesa-da-manutencao-da-biblioteca-da-smamus/ Acesso em: 3 jul. 2021.

ASTEC. Vitória: Biblioteca da Smamus vai permanecer na sede da Secretaria.  Porto Alegre: 25 fev. 2021. Disponível em: http://astecpmpa.com.br/vitoria-biblioteca-da-smamus-vai-permanecer-na-sede-da-secretaria/ Acesso em: 3 jul. 2021.

ASSOCIAÇÃO RIOGRANDENSE DE BIBLIOTECÁRIOS (ARB). Ofício sobre a Biblioteca Jornalista Roberto Eduardo Xavier – SMAM. Porto Alegre, 9 fev. 2021. Disponível em:    https://arb.org.br/2021/02/09/oficio-sobre-a-biblioteca-jornalista-roberto-eduardo-xavier-smam/ Acesso em: 3 jul. 2021.

CONSELHO REGIONAL DE BIBLIOTECONOMIA 10ª REGIÃO (CRB-10).  CRB-10 juntamente com várias entidades do livro, leitura e meio ambiente da cidade de Porto Alegre convoca todas(os) profissionais a participar de um ato contra o fechamento e transferência da biblioteca da sede da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Urbanismo e Sustentabilidade. Porto Alegre, 9 fev. 2021. Facebook Disponível em: https://m.facebook.com/crb10rs/photos/a.703702449755414/3531064517019179/?type=3. Acesso em: 3 jul. 2021.

CAMARA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE (CMPA). Moção de repudio. Porto Alegre: 17 fev. 2021. Disponível em: https://www.camarapoa.rs.gov.br/draco/processos/136259/REQ72-21.pdf Acesso em: 3 jul. 2021.

CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO.  Transferência da Biblioteca Jornalista Roberto Eduardo Xavier gera protestos da comunidade e entidades da área ambiental. Porto Alegre, 24 fev. 2021. https://www.crbio03.gov.br/index.php/institucional/noticias/1705-transferencia-da-biblioteca-jornalista-roberto-eduardo-xavier-gera-protestos-da-comunidade-e-entidades-da-area-ambiental Acesso em: 3 jul. 2021.


GOMES, Luís Eduardo. Ato mobiliza comunidade contra a transferência da biblioteca da Smam. Sul 21: Porto Alegre, 11 fev. 2021. Disponível em: https://sul21.com.br/ultimas-noticias-geral-areazero-2/2021/02/ato-mobiliza-comunidade-contra-transferencia-da-biblioteca-da-smam/ Acesso em: 3 jul. 2021.


HOFMEISTER, Naira.  Parlamentares acenam com verba para manter biblioteca da Smam. Brasil de Fato RS: Porto Alegre: 12 fev.  2021. Disponível em: https://www.brasildefators.com.br/2021/02/12/parlamentares-acenam-com-verba-para-manter-biblioteca-da-smam. Acesso em: 3 jul. 2021.


HOFMEISTER, Naira.  Melo desaloja biblioteca da Smam para sediar escritório de licenciamento. Matinal Jornalismo: Porto Alegre, 5 fev. 2021. Disponível em: https://www.matinaljornalismo.com.br/matinal/melo-desaloja-biblioteca-da-smam-para-sediar-escritorio-de-licenciamento/ Acesso em: 3 jul. 2021. 

HOFMEISTER, Naira. Secretaria revê decisão e biblioteca da Smam vai permanecer na sede atual. Matinal Jornalismo: Porto Alegre: 25 fev. 2021. Disponível em: https://www.matinaljornalismo.com.br/matinal/materias/secretaria-reve-decisao-e-biblioteca-da-smam-vai-permanecer-na-sede-atual/ Acesso em: 3 jul. 2021.

HOONHOLTZ, Carmem von. O porquê da não mudança da Biblioteca da Smamums (antiga Smam). Jornal do Comércio: Porto Alegre, 17 fev. 2021. Disponível em: https://www.jornaldocomercio.com/_conteudo/opiniao/2021/02/779007-o-porque-da-nao-mudanca-da-biblioteca-da-smamums-antiga-smam.html Acesso em: 3 jul. 2021.


ISAÍAS, Cláudio. Entidades protestam contra mudança da biblioteca da Smamus, em Porto Alegre - Acervo de 20 mil títulos será transferido para o Parque Germânia até o final deste semestre. Correio do Povo: Porto Alegre: 11 fev. 2021. Disponível em: https://www.correiodopovo.com.br/not%C3%ADcias/geral/entidades-protestam-contra-mudan%C3%A7a-da-biblioteca-da-smamus-em-porto-alegre-1.569348 Acesso em: 3 jul. 2021. 


MACHADO, Juremir. Podcast: Biblioteca da SMAM. Porto Alegre: 11 de fev. de 2021.  Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=zPImNZ_6sWE Acesso em: 3 jul. 2021.


SENGE RS. Encaminha ofício ao prefeito Sebastião Melo contra a transferência da Biblioteca da Smam. Porto Alegre: 11 fev; 2021. Disponível em: https://www.sengers.org.br/noticia/5524/senge-encaminha-oficio-ao-prefeito-sebastiao-melo-contra-a-transferencia-da-biblioteca-da-smam Acesso em: 3 jul. 2021.


SIMPA. Servidores do meio ambiente lutam em defesa da “Biblioteca da Smam”. Porto Alegre: 10 fev. 2021. Disponível em: https://simpa.org.br/servidores-do-meio-ambiente-lutam-em-defesa-da-biblioteca-da-smam/ Acesso em: 3 jul. 2021. 

 

Artigos | Revista da Astec  v. 21 n. 48 outubro 2021.